A MAJESTADE

Deputado Federal Eduardo Consentino Cunha
Deputado Federal Eduardo Consentino Cunha

O PULHA da vez

O Deputado Federal Waldir Maranhão foi guindado ao cargo de Presidente da Câmara De Deputados Federais do Brasil, o terceiro posto de poder do Brasil.

Waldir Maranhão e o momento de glória.
Waldir Maranhão e o momento de glória.

A sua premiação ocorreu após o Supremo Tribunal Federal do Brasil ter suspendido o Deputado Eduardo Consentino Cunha do cargo, após realizara a votação do impeachemant da Presidente e assim ter garantido o GOLPE.

O ex-Presidente da Câmara conhecido por CUNHA, não foi julgado, tendo o Tribunal apenas o suspendido das funções de Deputado Federal e Presidente da Câmara, ato que validou o GOLPE em curso para retirar Presidente DILMA ROUSSEFF, eleita com 54 milhões de votos e que não tem acusação de roubo contra ela, até quando ficará suspenso, creio que até o processo da retirada da Presidente ser consumado.

Após alguns anos de existência de democracia no Brasil, foi acometido pelo mesmo GOLPE realizado em Honduras e no Paraguay. O que com certeza agudizará a situação GOLPISTA na América Latina.

Waldir Maranhão
Waldir Maranhão

No dia 09 de maio de 2016,pela manhã, a OPINIÃO PÚBLICA (OP) ficou estarrecida. A REDE GLOB ficou direto falando com apresentadores aparvalhados sôbre a situação inédita, foi reconhecido o GOLPE e teria que ser votado novamente.

A surpresa durou todo o dia, o Waldir Maranhão anulou a votação do impechemant realizada na Câmara Federal do Brasil pela manhã e a revogou à noite.

Garantindo com esse ato que iniciou legalmente o GOLPE contra o Governo Eleito Democráticamente com 54 milhões de votos, a continuidade do mesmo.

Os GOLPISTAS vibraram. Afinal os corruptos poderão assumir os cargos que almejam no Governo do Brasil.

 

Brasilia 18 de abril de 2016

O  FUTURO !

BRASIL 18 de ABRIL de 2016
                                                     BRASILIA 18 de ABRIL de 2016

Eduardo Cunha – O brasileiro mais poderoso em 15 de abril de 2016

15 de abril de 2016

Presidente da Câmara de Deputados Federais no Brasil Deputado Eduardo Cunha é a pessoa mais poderosa do Brasil, hoje.

Não consigo entender como um corrupto, segundo a PGR e também a mídia da OPINIÃO PÚBLICA(OP) consegue deter tanto poder.

O que sabe o CUNHA?

Quais as cartas que tem na manga o CUNHA?

Por que os podres republicanos têm medo do CUNHA?

Essas respostas acredito que nunca as teremos.

Presidente da Câmara de Deputados Federais do Brasil, o mais poderoso brasileiro em 15/04/2016
Presidente da Câmara de Deputados Federais do Brasil, o mais poderoso brasileiro em 15/04/2016

Por que o STF não JULGA o EDUARDO CUNHA?

Presidente da Câmara de Deputados Federais EDUARDO CUNHA
Presidente da Câmara de Deputados Federais DEPUTADO EDUARDO CUNHA

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu na quinta-feira, 03 DE MARÇO DE 2016, abrir ação penal contra o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), PLACAR 10 X 0, pelos crimes de corrupção.

Com a decisão, Cunha passa à condição de primeiro réu nas investigações da Operação Lava Jato que tramitam na Corte.

A prova da armação da prisão coercitiva de Lula

Olha aí gente!!!!Estava tudo armado!Fracassou a tentativa de humilhar Lula levado a cabo pelo Juiz Sergio Moro e seus cúmplices da família Bolsonaro. Não deixem de ver o vídeo.Mais uma pedrinha no otimismo dos golpistas.Então é verdade que o Sr Moro, ou a PF, estavam mesmo, SEQUESTRANDO o Lula para Curitibae deram com os burros nágua; BEM FEITO! Por isso que ele ficou muito sem graça, imagino a caradele quando esbarrou com o Dpt petista Luizinho, que armou um TREMENDO CIRCO e a operação”seqüestrica” foi pra cucuia e o resto do espetáculo já sabemos.Vejam o vídeo e que figuras estavam esperando o lula https://www.facebook.com/bolsonaro.enb/videos/491540887705207/?hc_location=ufi

Publicado por Eduardo Homem da Costa em Segunda, 14 de março de 2016

Lavajato – O depoimento do capoteiro

INCOMPETENCIA MOROLISTA!

Uma prova contundente, nem a OPINIÃO PÚBLICA (OP) conseguiu omitir ou esconder.

Depoimento na lavajato do capoteiro

o capoteiro depondo na lavajato
o capoteiro depondo na lavajato

OPERAÇÃO LAVA JATO‘Uai, será que usaram meu nome nesse trem?’, diz capoteiro intimado por engano na Lava Jato

POR JULIA AFFONSO

07/03/2016, 21h08

Jorge Washington Blanco, que reside em Belo Horizonte, foi confundido com alto executivo ligado ao Banco Schahin arrolado como testemunha de acusação do pecuarista José Carlos Bumlai, amigo de Lula

Capoteiro foi chamado por engano para depor na Lava Jato. Foto: Reprodução

Na última sexta-feira, o capoteiro Jorge Washington Blanco, de 55 anos, ficou frente a frente com o juiz federal Sérgio Moro, que conduz as ações da Operação Lava Jato. Por engano.

O homônimo Jorge Blanco foi intimado para depor como testemunha de acusaçãocontra o pecuarista José Carlos Bumlai, amigo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A força-tarefa da Lava Jato procurava um executivo que seria ligado ao Banco Schahin. Segundo um dos defensores presentes na audiência, ‘um uruguaio ou argentino’.

“Uai, eu fiquei meio assim, falei: será que usaram meu nome nesse trem? Eu nunca me envolvi com nada errado. De uma hora pra outra aparece negócio de Lava Jato, coisa que eu vejo falar na televisão”, disse.

Diariamente, entre 11h30 até 18h30, o capoteiro trabalha em uma loja em Belo Horizonte com capota e estofamento. Casado, com dois filhos, Jorge Blanco disse que um deles pensou que a intimação para comparecer à Justiça Federal, em Minas, se tratasse de uma brincadeira. “Um deles falou: isso é negócio que põe na internet, o pessoal fica brincando. Eu falei: comigo não foi brincadeira, não. O rapaz trouxe a intimação, olha aqui.”

Em videoconferência, Jorge Blanco respondeu a todas as perguntas. Nesta entrevista, também. À reportagem, Jorge Blanco explicou, com muito bom humor, o depoimento à maior investigação contra a corrupção do País.

“Fui sozinho (para a audiência). Pensei: pode ser um nome parecido. Moro em Belo Horizonte, nunca viajei para Curitiba, nunca saí daqui”, afirmou o capoteiro, se referindo a cidade base da Operação Lava Jato. “Esse juiz… Como é mesmo que ele se chama? É Sérgio… Eu falei que eu era capoteiro, ele ficou rindo.”

A ÍNTEGRA DA ENTREVISTA COM O CAPOTEIRO JORGE BLANCO

ESTADÃO: Chamaram o sr para depor por engano?

JORGE WASHINGTON BLANCO: Me chamou lá, fez um ‘cado’ de pergunta de uns negócios que eu nunca tinha ouvido falar, de banco, um cara que eu nunca ouvi falar nele. Me perguntaram a profissão, aí falou que podia acabar as perguntas. Falou que eu estava liberado. Ficaram foi rindo porque viram que a minha profissão era totalmente diferente da que eles estavam querendo.

ESTADÃO: O que o sr pensou quando recebeu a intimação?

JORGE WASHINGTON BLANCO: Uai, eu fiquei meio assim, falei: será que usaram meu nome nesse trem? Eu nunca me envolvi com nada errado. De uma hora pra outra aparece negócio de Lava Jato, coisa que eu vejo falar na televisão.

ESTADÃO: O sr trabalha como capoteiro há quantos anos?

JORGE WASHINGTON BLANCO: Ah, desde menino, desde criança.

ESTADÃO: Quando recebeu o papel?

JORGE WASHINGTON BLANCO: Semana retrasada. Inclusive, foi até um amigo meu, ele é oficial de Justiça. Ele entregou, eu achei que ele estava brincando. Falou: isso aqui é aquele negócio da Lava Jato, daquele Cerveró, da Petrobrás. Eu falei: ‘que que é isso?’. Eu achei que era brincadeira. Mas depois vi que era um negócio mais sério. Falei: Não vou deixar de ir lá, não, porque eu tenho nada de errado. Tenho que ir lá ver o que é isso.

ESTADÃO: O sr estava chegando em casa?

JORGE WASHINGTON BLANCO: Ele chegou, eu estava guardando o carro na garagem. Inclusive, o irmão desse cara, eu conheço há muito tempo. Eu tinha passado em um supermercado em BH e encontrei o irmão dele lá. Perguntei por ele (o oficial de Justiça) e. por coincidência, ele mesmo é que foi levar a intimação para mim. Falei com ele: encontrei seu irmão agora, perguntei por você. Ele falou: eu vim trazer a intimação para você. Eu vi que saiu na internet a videoconferência. Para você ver que não é brincadeira. Tem alguém com esse mesmo nome meu?

ESTADÃO: Acho que tem.

JORGE WASHINGTON BLANCO: Agora que eu estou lembrando. Eu vi na internet que tem um Jorge Washington Blanco Boccoli. Esse juiz… Como é mesmo que ele se chama? É Sérgio…

ESTADÃO: Moro.

JORGE WASHINGTON BLANCO: Eu falei que eu era capoteiro, ele ficou rindo.

OPERAÇÃO LAVA JATO

http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/uai-sera-que-usaram-meu-nome-nesse-trem-diz-capoteiro-chamado-para-depor-por-engano-na-lava-jato/