O dilema dos coxinhas.

Coxinha!
Coxinha!
Hoje eu tento entender como os coxinhas estão se sentindo, parece loucura, mas todos convivemos com eles, e nunca vi ninguém descriminando-os, mas a cada dia está mais dificil a convivência.
Sem muita explicação o discurso deles passou a ser a sua justificativa: ” voces elegeram o Temer, eu não votei nele”, o que de imediato obtêm como resposta: “mas voces botaram ele lá, só desrespeitaram a vontade da maioria de 54 milhões de votos ao dar o GOLPE”.
Golpe? Antes eles riam, hoje se sentem envolvidos e ofendidos com a mascara que tiraram do rosto.
Enganados com que, caras pálidas!
Lembram quando em 1964 voces recolheram ouro para salvar o Brasil? Com quem ficou o ouro? Aqui começam as ofensas dizem eles. Alguns naquela época, do ouro, pensavam e agiam como comunistas. Não conheciam o seu próprio íntimo.
Passaram para social-democracia, pensando que democratas eram. E se descobriram ombro a ombro com a direita.
Não reconhecem que, um trabalhador ao romper com o ciclo de sociólogos e feudalismo no Brasil, permitiu o acesso popular às universidades, e não só: a viajar de avião, de possuir o cartão de crédito, de sair pra comer em restaurantes ou botequins, e sem impedir que a burguesia continuasse pequeno burguesa.
Esse foi um nó.
Como o pequeno burguês comunista, se isolou do povo?
O povo se aburguesou e eles perderam o discurso. Pior, passaram a fazer o discurso da direita. Porque a direita nunca muda o seu discurso.
Esse é um outro nó.
Está ombro a ombro com a direita, sempre tem uma saída: calma minha direita, calma não tanto. Mas a direita o superou e aí não tem volta. Direita ficou.
Como voltar? Não tem retorno, foi abduzido e agora?
O melhor seria calar-se, mas essa postura era admitir a absorção, resta o grito, a agressão e o reconhecimento público que mudou de posição.
É a vida movendo a sua roda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.