A Esquizofrênica Campanha de 2016 para a Prefeitura do Rio de Janeiro.

 

Partidos politicos
                                            Partidos políticos

SEGUNDO TURNO 2016 – A Esquizofrênica Campanha Eleitoral para a Cidade do Rio de Janeiro

A campanha eleitoral do segundo turno na capital do Rio de Janeiro, é pura esquizofrenia.

1- a REDE GLOBO se sente ameaçada pela RECORD – por esse motivo opta por atacar um candidato no segundo turno.

—   A REDE GLOBO nunca foi ameaçada por ninguém, foi criada e continua fiel à ditadura de direita que comandou o Brasil.

2 – a capital do Rio de Janeiro irá virar uma cidade RELIGIOSA se um dos candidatos vencer no segundo turno.

—   Os habitantes do Rio de Janeiro fazem e vão às festas de todas as religiões.

3 – na cidade do Rio de Janeiro  não mais haverá aborto se um dos candidatos for vencedor.

—  O aborto é proibido nacionalmente e ninguém ou partido nenhum quer ser o líder de uma campanha que tenha por objetivo a garantia do aborto nos hospitais do ESTADO BRASILEIRO para matar menos mulheres.

4 – o público LGBT será expurgado, perseguido se um dos candidatos for vencedor.

— A perseguição ao público LGBT está na imprensa falada, escrita e televisada que de forma sutil mantém as agressões como cenas policiais, e nunca as apresentam como violência a um direito humano.

5 – as crianças serão obrigadas a fazer sexo nas escolas municipais e creches se um candidato for vencedor.

— Essa campanha é a mais sórdida, todos os pais e mães têm direito a manter e a Prefeitura deveria oferecer o melhor ensino às crianças. Essa campanha é a maior ofensa aos trabalhadores municipais do ensino na cidade do Rio de Janeiro, que dedicam suas vidas a contruir uma população mais consciente e não são subalternos à Prefeitura.

6 – o ensino religioso será obrigatório nas escolas do Rio de Janeiro se um candidato for vencedor.

— o ensino religioso já está definido.no Rio de Janeiro há muito tempo.

7 – a liberação da maconha e outras drogas será permitida na cidade do Rio de Janeiro.

— A liberação das drogas é uma atribuição do CONGRESSO NACIONAL, e como o povo brasileiro é de maioria conservadora, nenhum partido político ousa levar essa questão para ser discutida. As campanhas a favor da liberação é realizada por organizações e brasileiros libertários e que tiveram o apoio do STF aue definiu que todos podem defender o que acreditam.

8 – os black blocs serão os seguranças do Rio de Janeiro se um candidato for vencedor.

— Essa é mais uma campanha da direita brasileira que sob a égide da “ORDEM E PROGRESSO” alimentam ilusões e radicalismos

9 – as mulheres serão consideradas seres de menor importancia se um candidato for vencedor.

O sonho da direita talvez fosse obrigar a burca  mas na cidade de maioria femina e que criou a tanga como vestimenta tradicional, mostra como é ridícula essa FANTASIA proibir e cercear a mulher.

10 – a esquerda será maioria no Rio de Janeiro se um candidato for eleito.

— O Rio de Janeiro é um estado brasileiro conservador desde há muito tempo: LACERDA, CHAGAS FREITAS, CESAR MAIA e atualmente os BOLSONAROS nadam de braçada e mostram que os candidatos do segundo turno de 2016 nada são, e agora com o apoio da OPINIÃO PÚBLICA(OP) – REDE GLOBO será definitiva a posição da cidade do Rio de Janeiro.

Eleições 2016 – O Brasil aparenta diferença, será?

Algumas diferenças entre cidades brasileiras, no caso Rio de Janeiro e São Paulo.

Vereador mais votado no Rio de Janeiro e vereador mais votado em São Paulo
Vereador mais votado no Rio de Janeiro e vereador mais votado em São Paulo

A eleição para Prefeito em São Paulo acabou no primeiro turno
A eleição para Prefeito no Rio de Janeiro terá segundo turno
=============================================

O vereador mais votado no Rio de Janeiro 106.657 3,65 % dos votos O vereador mas votado em São Paulo           263.720 5,59% dos votos

O jornal da OPINIÃO PÚBLICA (OP) – REDE Globo – EXTRA não cita o partido do vereador do Rio de Janeiro mais votado

O jornal da OPINIÃO PÚBLICA (OP) – UOL – Folha de São Paulo cita o partido do vereador mais votado e analisa a votação em 12 anos.

Nada tem muita importancia.

Em São Paulo o PSDB fez a maior bancada de vereadores na Câmara Municipal
No Rio de Janeiro o PMDB continua mandando na Câmara Municipal

Veja os candidatos que disputarão o segundo turno para prefeito nas capitais:

Sudeste
Rio de Janeiro (RJ): Marcelo Crivella (PRB) e Marcelo Freixo (PSOL)
Belo Horizonte (MG): João Leite (PSDB) e Alexandre Kalil (PHS)
Vitória (ES): Luciano Rezende (PPS) e Amaro Neto (SD)

Sul
Curitiba (PR): Rafael Greca (PMN) e Ney Neto (PSD)
Florianópolis (SC): Gean Loureiro (PMDB) e Angela Amin (PP)
Porto Alegre (RS): Nelson Júnior (PSDB) e Sebastião Melo (PMDB)

Nordeste
Aracaju (SE): Edvaldo Filho (PCdoB) e Antonio Valadares (PSB)
Maceió (AL): Rui Palmeira (PSDB) e Cicero de Almeida (PMDB)
Recife (PE): Geraldo Filho (PSB) e João Lima e Silva (PT)
Fortaleza (CE): Roberto Claudio (PDT) e Capitão Wagner (PR)
São Luís (MA): Edivaldo de Holanda (PDT) e Eduardo Salim (PMN)

Norte
Belém (PA): Zenaldo Júnior (PSDB) e Edmilson Rodrigues (PSOL)
Macapá (AP): Clecio Luís (Rede) e Gilvam Borges (PMDB)
Manaus (MA) Artur Neto (PSDB) e Marcelo Ramos (PR)
Porto Velho (RO): Hildon Chaves (PSDB) e Leonardo de Moraes (PTB)

Centro-Oeste
Goiânia (GO): Iris Machado (PMDB) e Vanderlan Cardoso (PSB)
Cuiabá (MT): Emanuel Pinheiro (PMDB) e Wilson dos Santos (PSDB)
Campo Grande (MS): Marcos Trad (PSD) e Rose (PSDB)